sexta-feira, 8 de agosto de 2008

TÁ NA MODA!



Tá na Moda
Especial Dia das Crianças
A Roupa Educa


A roupa é um meio de expressão. Se os adultos procuram ser coerentes, fazendo da roupa um invólucro que tenha a ver com o conteúdo, as crianças não expressam o que são e sim o que sentem no momento. Talvez isto explique o motivo de os baixinhos se ligarem tanto em roupas coloridas, embora escolham a cor de acordo com o estado de espírito.
Criança gosta de se sentir bonita e fica feliz ao vestir uma roupa que renda elogios, o que tem mais a ver com atenção que esta recebendo do que com vaidade. Se elogios reforçam a auto-estima dos "altinhos", imagine a deles.


Entenda mais sobre o assunto:







Brincando de bonecas
Muitas crianças preferem roupas a brinquedos hoje em dia, especialmente as meninas. Encantadas desde cedo com o figurino das bonecas acabam vendo na moda uma extensão da brincadeira. Afinal a moda, pensando bem, é uma "grande brincadeira de bonecas" levada a sério, usando Barbies perfeitas de carne e muito osso para estilistas vestir como se vestem bonecas.
Com tanto interesse neste universo os baixinhos e baixinhas acabam assimilando as novas tendências com mais rapidez que os adultos.
Portanto ao presenteá-los com roupas se ligue no que está na moda.
As tendências para Primavera Verão
Para as crianças e pré-adolescentes a palavra-chave é cor, que também podem se transformar em brincadeira na hora de criar combinações.
Destaque para cores pastel cítricas (amarelo, verde e rosa) e também o laranja, lilás e rosa chá.
Aposte nas estampas divertidas, listras, psicodélicas, florais, liberty, flores e cenários havaianos e bolotas com muito contraste nas cores.
Para as meninas o romantismo toma conta com babados e muitos bordados inspirados nos anos 70.
As calças permanecem com o cós baixo e anatômico, em jeans ou tecidos aderentes. A modelagem Capri é uma boa para as meninas. Veste bem a pouca altura e é muito confortável. Calças com perna reta e boca larga também vestem meninos e meninas.
O shortinho promete ser a febre da estação, pois se presta perfeitamente para a mobilidade e estética infanto-juvenil. Valem jeans desfiados, tecidos coloridos, estilos esportivos com acabamentos tecnológicos ou brilhantes para a hora das festinhas.
Para as pré-adolescentes o tema glitter tem o brilho das lantejoulas estampando camisetas e acessórios para misturar ao jeans.
Muito tecido e complementos valorizando o natural e o artesanato.
O estilo étnico ganha coloridos e estampados e veste baixinhos e baixinhas
Para os gatinhos, muito volume nas roupas, jeans transados, tons naturais como cru, cáqui e barbante com toques coloridos, modelagens inspiradas em esportes radicais. Estampas de números, logotipos, frases e referências ao surfe e skate e universidades americanas nas camisetas folgadas e muitas calça mimolet (tipo skate) pelo meio da perna substituindo a geração de bermudas surfistas.
Fontes de estilo
É importante permitir que a criança escolha o que vestir. Além de educar, pode ser pistas e chamar a atenção para outros sintomas além da elegância.
Mas, ao permitir a escolha, jamais recrimine. Ensine aos poucos o que poderia ser melhor. Muitas mulheres elegantes e estilistas famosos citam os pais como fontes do seu aprendizado de estilo.
Fazendo escolhas
Por volta dos quatro anos é aconselhável as mães incentivarem as crianças a escolher roupas dando de início poucas opções para não confundi-las, como um exercício de arbítrio onde sua decisão obtém uma resposta.Além do poder de decisão a criança aprende sobre limitações: tem roupa para sair e roupa para brincar, roupa nova não pode ser usada se o tempo mudou etc, como uma lição das frustrações do que não é permitido.
Repetir roupas do dia anterior ou fazer combinações esquisitas pode ser o resultado de um elogio disparado por alguém querido ou a blusa elogiada pelo pai com a calça de preferência pessoal, mas conforme os psicólogos, combinações muito estranhas podem talvez camuflar algum tipo de problema.
Como domar os consumidores mirins
Dicas para quem tem um consumidor infantil desenfreado em casa: * Ensine a comprar com paciência e bom senso, estabelecendo limites claros e dando o exemplo. A forma como muitos pais se relacionam com o dinheiro acabam influenciando os filhos.
* Mostre o orçamento, sem vergonha de demonstrar o que ganha e quanto pode gastar. A noção de valores é tão importante quanto à educação formal. Uma criança ou adolescente precisa saber quanto custa o que deseja e se os pais podem comprar.
* É importante ensinar o valor e a qualidade de um produto sem ser chata na transmissão destes conceitos.


Xico Gonçalves/Colunista do Terra Moda

Postagens populares


Esse blog foi criado com o objetivo de mostrar meu trabalho, minha arte e minhas paixões: educar e trabalhos com EVA! Além de poder trocar experiências com Pais, Educadores, Pedagogos... Estarei postando artigos e atividades referentes a Educação Infantil. A maioria do material encontrado aqui, tais como artigos e imagens, são de minha autoria, mas alguns foram coletados da Internet. Não tenho a intenção de violar os direitos autorias, se você tiver direito sobre alguma imagem ou texto, peço que entre em contato, assim se preferir eu posso retirar do blog ou colocar os devidos créditos. Muito Obrigada e espero que meu cantinho te ajude!!!

"Felicidade é morar numa cidade, feita do jeitinho pra gente ser feliz...."

"Felicidade é morar numa cidade, feita do jeitinho pra gente ser feliz...."

MINHA LINDA E ABENÇOADA FAMÍLIA!

MINHA LINDA E ABENÇOADA FAMÍLIA!
"Meu filho vai ter nome de santo, quero o nome mais bonito... é preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã, porque se vc parar pra pensar, na verdade não há..."

Quem será???

Quem será???
Essa linda bonequinha sou eu!!!

O QUE VOCÊ PROCURA?

Seu comentário é muito importante para mim!!!!

Sou Embaixadora PRITT